Pétala (Djavan)

 

Ouço muita gedjavannte dizer que adora as músicas do Djavan, embora não entenda muito bem o que ele quer dizer. 

Concordo que, em alguns momentos, eu também levo tempo para compreender o que nem sempre está tão claro numa primeira leitura, mas confesso que, quase sempre, fico encantado com a  sua genialidade.

Djavan, é a perfeita mistura da poesia que alia as palavras escolhidas e inseridas milimetricamente a uma sonoridade ímpar. Coisas que só um verdadeiro mestre musical sabe fazer!

Para mim, uma prova disso é a música PÉTALA. Provavelmente, você já a ouviu muitas vezes. Acredito até que você já possa ter sido levado pela melodia envolvente que a faz ser (na minha opinião!) uma das músicas mais lindas de nosso cancioneiro… mas, agora, tenho um desafio para você:  eu te convido a analisar a letra (Só a letra!)… Sem a beleza da harmonia, focando apenas na linearidade das frases.

Faça o teste e veja se você não vai ficar ainda mais encantado por esta obra-prima. (Nas entrelinhas, segue uma visão minha sobre a letra… não diz isso para o Djavan, pois ele pode se zangar!). 

PÉTALA

O seu amor reluz que nem riqueza

(O amor tem um brilho próprio, especial… um brilho de riqueza.)

Asa do meu destino

(Asa do meu destino… ou seja, o amor é o que me dá forças para voar e encarar o meu destino.)

Clareza do tino

(Clareza do juízo… clareza do pensamento)

Pétala de estrela caindo bem devagar

(Visualiza a imagem de uma estrela como sendo uma flor.

Agora, imagina a pétala da estrela caindo bem devagar)

Oh, meu amor

Viver é todo sacrifício feito em seu nome

(O amor exige sacrifícios!)

Quanto mais desejo um beijo seu,

Muito mais eu vejo gosto em viver… viver!

(O amor exige sacrifícios,

mas, quanto mais eu desejo um beijo seu, mais eu gosto de viver!)

Por ser exato, o amor não cabe em si.

(O amor é exato, mas não cabe em si. O amor é muito maior que ele próprio!)

Por ser encantado, o amor revela-se.

(O amor é encantado, mas revela-se!)

Por ser amor, invade e fim!

(O amor não requer maiores explicações. O amor… por ser amor, invade tudo e fim. O amor invade e pronto: nada mais a dizer!)

Salve, Djavan!

Agora, aproveite e curta o clipe… E até a próxima!

Grande abraço,

A3C.

 

 

CRÉDITOS:

FOTO DA CAPA: Jairo Goldflus

http://www.djavan.com.br/site/flickr/set/72157627124158454

 

CLIPE: DJAVANVEVO (YOUTUBE)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s